Hi, what are you looking for?

São Paulo

Governo de SP e Kondzilla anunciam parceria para beneficiar artistas da periferia





Lançamento de primeiro videoclipe do projeto “Clipe da Quebrada” ocorre nesta terça-feira (25), na Fábrica de Cultura Parque Belém



Produtor musical KondZilla

Em parceria inédita entre o produtor musical KondZilla e a Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, será lançado uma vez por mês um videoclipe de artistas da periferia de São Paulo. O primeiro deles será lançado nesta terça-feira (25), às 16h, na Fábrica de Cultura do Parque Belém e faz parte do projeto “Clipe da Quebrada”, que tem como objetivo democratizar o acesso à cultura, auxiliando artistas independentes na divulgação de seu trabalho autoral.

Chamado de “Janela de Busão”, o primeiro projeto a ser divulgado conta a história de MC RT7, nome artístico de Robert Magalhães, de 25 anos, morador da Cidade Tiradentes e que divide a carreira de MC com o trabalho de construção civil. Como diz a letra do videoclipe, todo dia o autor tem “quatro horas de terapia, duas para ir e duas para voltar” na ida ao serviço, que utiliza para pensar sobre suas canções e refletir sobre alternativas de como construir sua carreira autoral. Com produção de Selokoobeats, junto com MC RT7 também foi selecionada para a execução do videoclipe a produtora Monomito Filmes, do diretor Lincoln Pires, localizada no bairro do Itaim Paulista.

Como funciona o projeto

Kondzilla apadrinha o projeto que irá destinar R$ 5 mil para uma produção de clipe por mês. A cada mês, um projeto será escolhido pelas Fábricas de Cultura, programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas que apoia jovens talentos das periferias; e pela Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa), organização social também ligada à Secretaria da Cultura.

As Fábricas de Cultura serão responsáveis pela escolha do artista que terá seu clipe contemplado com a verba, oriunda da Apaa. Esses equipamentos do Governo do Estado de São Paulo – são 15 ao todo – já são muito frequentados por jovens artistas da periferia, que utilizam seus estúdios para gravar e seus espaços para compor e divulgar seu trabalho. Já a Apaa irá, primeiramente, receber cadastros de produtoras interessadas em concorrer à verba, para depois fazer a seleção de qual irá realizar a produção do clipe escolhido pelas Fábricas.

“Essa iniciativa visa estimular o empreendedorismo cultural criativo das periferias de São Paulo. É uma forma de promover o encontro entre os talentos da região e gerar renda através da cultura”, explica Marília Marton, secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativa do Estado de São Paulo.

As produtoras interessadas em produzir os videoclipes podem se inscrever pelo e-mail [email protected]. Qualquer artista pode participar, desde que grave a música nos estúdios das Fábricas de Cultura. O projeto é um Programa da Secretaria da Cultura e que ocorrerá uma vez por mês, sem prazo para ser finalizado, a começar pelo dia 25 de junho.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

source
Com informações do Governo de São Paulo

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like

Uncategorized

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Uncategorized

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores.

Uncategorized

Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt.

Uncategorized

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.