Hi, what are you looking for?

Alto Tietê

Setor de Zoonoses de Poá inaugura o Gatil

Setor de isolamento para casos de esporotricose em gatos vai ajudar a impedir a transmissão da doença para outros animais

A Prefeitura Municipal de Poá, por meio do setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde, inaugurou na manhã desta sexta-feira (5) mais um equipamento que vai atender os animais da cidade: o Gatil. Trata-se de um setor de isolamento para casos de esporotricose, doença que acomete os gatos e que causa feridas na região do rosto e patas, que podem se espalhar pelo restante do corpo e que também pode ser transmitida aos humanos.

O Gatil, que fica no Centro de Bem Estar Animal (CEBEAP), também irá atender outras doenças zootônicas – que podem ser transmitidas a humanos -, além de casos de atropelamento, machucados, entre outros. Importante frisar que o local também será utilizado para abrigar corretamente os animais acolhidos pelo setor de Zoonoses.

O novo equipamento está dividido em quatro setores: Isolamento; Quarentena e Observação; Setor adulto; e Setor filhotes. Todos voltados para o atendimento aos gatos (felinos).

O Gatil foi construído graças à emenda no valor de R$80 mil, disponibilizada pelos vereadores Jilmara Kirino e Rogério Mathias. Ambos encaminharam as emendas no valor de R$ 40 mil cada para que o local pudesse ser colocado à disposição da população animal.

“A construção do gatil com isolamento para casos de esporotricose é de extrema importância devido à gravidade e ao potencial de transmissão dessa doença fúngica entre os animais. A doença pode ser transmitida por meio do contato direto com o fungo presente nas lesões cutâneas dos animais infectados, bem como por meio do solo contaminado”, explicou a vereadora.

Ao ter um gatil com isolamento específico para casos de esporotricose, é possível reduzir significativamente a disseminação da doença, evitando que outros animais saudáveis sejam infectados. Além disso, o isolamento adequado dos animais doentes possibilita um controle mais eficaz da doença, permitindo um tratamento adequado e a prevenção de novos casos.

Para a prefeita Marcia Bin, a construção de um gatil no município com isolamento para casos de esporotricose é essencial para proteger a saúde dos animais, prevenir a propagação da doença e garantir um ambiente seguro para os animais abrigados. “É uma medida preventiva e estratégica, que contribui para o controle e a redução dos casos da doença na comunidade”, explicou.

A inauguração do Gatil contou com a presença da prefeita Marcia Bin, do secretário de Saúde, Alexandre Provisor, dos vereadores Jilmara Kirino e Rogério Mathias e convidados.

A doença

 

A esporotricose é uma micose provocada por fungos patogênicos do gênero Sporothrix, que afeta humanos e outros animais. Geralmente, afeta vasos linfáticos e pele, mas também pode afetar pulmão, ossos, cérebro ou articulações. Neste caso, os felinos apresentam feridas na região do rosto e patas, que podem se espalhar pelo restante do corpo. Também pode haver perda de apetite, emagrecimento, espirros e secreção nasal.

O Gatil fica localizado no Centro de Bem Estar Animal, na Rua São Manoel, 361, Vila Amélia. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Outras informações pelo telefone (11) 4638-1330.

Anúncios

source

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like

Uncategorized

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Uncategorized

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores.

Uncategorized

Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt.

Uncategorized

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae.